Brasão de Armas

Brasão de Armas

O Brasão de Armas de Junqueirópolis foi instituído como símbolo do Município através da Lei nº 247, de 10 de maio de 1961, alterada pela Lei nº 1141/81. Contudo, essas Leis foram revogadas pela Lei nº 2108, de 21 de maio de 2002, que institui o novo Brasão que assim se descreve:


Escudo clássico português, encimado pela coroa mural privativa das municipalidades, dividindo em dois quartéis, sendo o inferior partido.


No primeiro quartel, em campo de ouro, firmado em chefe, três escudetes. No escudete à dextra, em campo de goles, um gibão de armas dos bandeirantes de São Paulo, ao natural. No escudete do centro, basantes de ouro em campo de blau. No escudete a sinistra, em campo de goles, uma cruz de Cristo.


No segundo quartel à dextra, em campo de prata, um vergueteado em sinople. A sinistra, em campo de sinople, dois rios paralelos.


Como suporte, à dextra, um ramo de café, um ramo de acerola e um cacho de uva; e à sinistra um tronco de cana, um ramo de acerola e um cacho de uva.
No listel, em campo de goles, a divisa: "JUNQUEIRÓPOLIS".