Junqueirópolis participa de reunião para reativação do ramal ferroviário
08 de Aug de 2017 às 07:08h

Junqueirópolis participa de reunião para reativação do ramal ferroviário

Dica

O prefeito Hélio Furini, presidente da Câmara Municipal Elizeu Adriano, vereadores Professor Gilson e Rael da Saúde participaram do encontro sobre a renovação do ramal ferroviário Bauru – Marília – Panorama, ocorrido na noite da quarta-feira (26), no auditório da Fundec, em Dracena.

 

O evento promovido pelo deputado estadual Reinaldo Alguz, o deputado federal Evandro Gussi e a Concessionária Rumo, contou com apoio do prefeito anfitrião, Juliano Brito Bertolini e as demais lideranças políticas da região. 

 

Na pauta esteve a apresentação do projeto que prevê a reativação do ramal ferroviário que liga Panorama a Bauru, através de proposta apresentada à Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) pela atual concessionária, a Rumo Logística, pertencente ao Grupo Cosan.

 

Segundo o Gerente de Relações Governamentais da Rumo, Emanoel Tavares, disse que o grupo que representa encontrou na região fatores determinantes para a  decisão de investir na renovação da malha viária entre Panorama a Bauru, por saber que já há demanda pelo transporte ferroviário ligando o Oeste Paulista até o Porto de Santos.

 

O Deputado Reinaldo Alguz, discorreu sobre o mapeamento econômico da região, estudo que foi apresentado na reunião, sobre o volume significativo de carga já exportado, além do potencial para o futuro. Em sua fala o Deputado Evandro Gussi, disse que depois de concluído, será o mais importante projeto estrutural das últimas décadas em nossa região.

 

A Rumo trabalha para que sejam vencidas todas as etapas burocráticas nos órgãos governamentais, através dos Deputados Reinaldo Alguz e  Evandro Gussi, e agora  das demais autoridades da região que vão elaborar uma Carta Aberta (moções de apoio), assinada pelos prefeitos e vereadores, dirigida ao Ministro dos Transportes e à ANTT.

 

Sobre o assunto o prefeito Hélio Furini disse que ao contrário de outras reuniões realizadas e tentativas de reativação da ferrovia sem sucesso, agora foi apresentado um projeto que traz um estudo com mapeamento do potencial que vai atender a demanda do transporte ferroviário abrangendo a produção agrícola, pecuária e indústria de toda a nossa região.

 

Leia também: